Feeds:
Posts
Comentários

Archive for dezembro \30\UTC 2011

As duas varandas do Casarão 8 que fazem parte dos acessos ajardinados – uma na fachada da praça e outra para a Butuí – estão sendo restauradas conforme modelo original e especificações em projeto.

Os fragmentos de madeira, ferro fundido e zinco, ainda existentes quando do início da obra, foram retirados e guardados para serem então reaproveitados ou utilizados como referência na fabricação de novas peças. É o caso do lambrequim em chapa vazada que ornamentava a varanda lateral, visível em foto da década de 80.

A estrutura das varandas está sendo montada em aço. A opção por este material deve-se a sua maior durabilidade em relação à madeira. Entretanto, para manter a feição original, os pilares serão revestidos em madeira de lei.

Ana Luisa F. Bezerra é arquiteta e desenvolve o projeto de documentação da obra de restauração da Casa Nº 8 em Pelotas para o Iphan-RS.

Anúncios

Read Full Post »

Jogo dos sete erros

Este slideshow necessita de JavaScript.

Segundo o artífice Arion Franconi, responsável pela restauração das fachadas do Casarão 8, o maior desafio na reconstituição dos elementos decorativos de estuque incide no fato deles nunca serem exatamente iguais.

Ao primeiro olhar, ornatos de mesmo motivo – como capitéis, florões, decorações sobre as aberturas – são idênticos entre si, porém ao fabricar o molde de silicone para reproduzi-los, depara-se com o problema: – “Eles sempre diferem em algum detalhe”, diz o restaurador.

Ana Luisa F. Bezerra é arquiteta e desenvolve o projeto de documentação da obra de restauração da Casa Nº 8 em Pelotas para o Iphan-RS.

Read Full Post »

A fachada lateral do Casarão 8, de frente para a rua Barão de Butuí, está sendo restaurada. Os rebocos estão sendo recompostos e a rusticação reproduzida de acordo com o original.

A rusticação existente nas fachadas do Casarão 8 é a imitação em argamassa, da alvenaria cortada em blocos separados por profundas juntas secas. Geralmente é empregada na parte inferior das fachadas, com o intuito de dar-lhes o aspecto de solidez.

Já na fachada para a Butuí, a rusticação reveste além do embasamento, partes que correspondem ao térreo.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Ana Luisa F. Bezerra é arquiteta e desenvolve o projeto de documentação da obra de restauração da Casa Nº 8 em Pelotas para o Iphan-RS.

Read Full Post »

O projeto “Pife na Escola” disponibiliza vídeo com a apresentação das crianças da Escola Municipal de Ensino Fundamental Ferreira Vianna, feita nesta quarta-feira(14) no Casarão 8, por ocasião da visita da ministra da Cultura, Ana de Hollanda, em solenidade coordenada pelo reitor Cesar Borges e pelo vice-reitor Manoel Luiz Brenner de Moraes.

O “Projeto Pife na Escola”, vinculado ao Programa Vizinhança, tem como objetivo geral possibilitar alunos/crianças da Escola Municipal de Ensino Fundamental Ferreira Vianna acesso ao estudo da música. Como objetivo específico, o projeto pretende desenvolver o potencial musical de alunos através do Pife para, posteriormente, dar continuidade aos estudos através da flauta transversal.

Segundo o coordenador do projeto, professor Raul Costa d’Ávila, o projeto tem complementado a formação pessoal, social e cultural das crianças, promovendo, sobretudo, a sua auto-estima. “Além disso, também desenvolve a coordenação motora, a memória, a expressividade e a criatividade de cada criança participante”, observa.

Para ver o vídeo acesse o link http://www.youtube.com/watch?v=yiKjSy76mXw

Read Full Post »

A ministra da cultura, Ana de Hollanda, visitou na manhã desta quarta-feira (14) a obra de restauro do Casarão 8, na praça Coronel Pedro Osório. O prédio foi adquirido pela UFPel em 2006 e será entregue para a comunidade em comemoração aos 200 anos de Pelotas.

A ministra conheceu um pouco sobre a história do prédio que foi construído pelo arquiteto italiano José Izella Merotti, em 1878, para servir de residência à família do Conselheiro Francisco Antunes Maciel (segundo Barão de Cacequi) e que, no período entre 1950 e 1973, abrigou o quartel general do 9º Regimento de Infantaria, em Pelotas.

Durante a visita a ministra conheceu toda a riqueza arquitetônica que o prédio possui como os forros trabalhados em estuque, os lambrequins e as estátuas esculpidas em faiança e acompanhou a qualidade das técnicas de restauração utilizadas pela mão-de-obra capacitada através de uma parceria entre os cursos de Museologia e Conservação e Restauro da UFPel e o IFSul.

Na sequência, o reitor Cesar Borges apresentou para a ministra o projeto de restauração com as plantas e colorísticas da futura utilização do Casarão. O prédio sediará o Museu do Doce e o Museu da Antropologia e Arqueologia, além de uma sala de cinema, auditório, salas de exposição permanente, uma sala de exposição temporária, espaço para oficinas e ações educativas, um laboratório de conservação, setor administrativo, área de acolhimento e convivência e um local destinado para estudos e pesquisas.

O presidente do IPHAN, Luiz Fernando de Almeida, também visitou a obra juntamente com a superintendente do IPHAN-RS, Ana Meira, autoridades do município, o reitor Cesar Borges, o vice-reitor Manoel Luiz Brenner de Moraes e demais membros da administração central da UFPel.

O encerramento da visita ocorreu com a apresentação musical do grupo de crianças que participa do projeto Pife na Escola que integra o Programa Vizinhança. O Programa desenvolvido pela UFPel oferece ações para melhorar a qualidade dos moradores do entorno do campus Porto.

Read Full Post »

O Museu de Antropologia e Arqueologia da UFPel, que será instalado no Casarão 8 após a restauração definitiva, contará com acervo de peças encontradas no prédio.

De acordo com o presidente da Comissão de Implantação do Museu, professor Pedro Sanches, os objetos revelam o cotidiano dos habitantes do Casarão em diferentes épocas, o funcionamento de sua cozinha e a sucessão de ocupações com finalidades nem sempre bem documentadas.

O percurso expositivo do museu iniciará pelo próprio prédio com objetivo de possibilitar a reflexão sobre as relações sociais e as trocas culturais expressas em sua construção, nas reformas pelas quais passou e nos objetos que ali se preservaram arqueologicamente.

Mais detalhes sobre o projeto do Museu no artigo do professor Pedro Sanches Relação necessária entre a Museologia e a Arqueologia no âmbito da implantação do Museu de Antropologia e Arqueologia de

Read Full Post »